Governo de São Paulo envia força-tarefa para auxiliar vítimas das chuvas na Bahia

No total, 66 municípios estão em estado de emergência; Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado registra 4.185 desabrigados e 17 mortes

  • 25/12/2021 20h06
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO João Doria e Rodrigo Garcia Envio foi autorizado pelo governador em exercício, Rodrigo Garcia (PSDB)

O governador de São Paulo em exercício, Rodrigo Garcia (PSDB), autorizou o envio de uma força-tarefa para auxiliar as vítimas das chuvas que atingem a Bahia. No total, 36 membros do Corpo de Bombeiros e do Comando de Aviação da Polícia Militar seguirão para Ilhéus, no Sul do Estado, para atuarem de forma integrada com o grupo de apoio instituído pelo governador Rui Costa (PT). Seis bombeiros partem para a região Nordeste na noite deste sábado – outros 14 embarcam no Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, e 16 da cidade de Ribeirão Preto, às 7h deste domingo, 26.

A força-tarefa do governo paulista será composta por oficiais e praças especialistas em resgates, salvamento e logística. A gestão dos tucanos também disponibilizará dois helicópteros Águia e dois aviões para a atuação na Bahia. Como a Jovem Pan mostrou, ao menos 19 cidades foram atingidas por tempestades – no total, 66 municípios estão em estado de emergência. As regiões Sul e Sudoeste são as mais afetadas, segundo balanço do governo Rui Costa. Até a tarde da sexta-feira, 24, a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) e as prefeituras dos municípios atingidos registraram 4.185 desabrigados, 11.260 desalojados, 286 feridos e 17 mortes.

“Estamos totalmente mobilizados, tomando todas as medidas, para assegurar o apoio necessário às vítimas das fortes chuvas que atingiram a Bahia neste Natal. Fizemos uma reunião na manhã deste sábado e determinei a criação de uma base de apoio do Governo do Estado em Ilhéus. Conversei por telefone com o ministro da Cidadania, João Roma, e com outros governadores. Quero agradecer o apoio dos governadores do Maranhão, Flávio Dino; do Espírito Santo, Renato Casagrande; e de Minas Gerais, Romeu Zema. Vamos continuar atentos para que toda assistência seja garantida para a população dessas regiões fortemente atingidas pelas chuvas”, escreveu Rui Costa em seu perfil oficial no Twitter.