Trump diz que diagnóstico de Covid-19 foi ‘bênção de Deus’

Presidente dos Estados Unidos publicou vídeo nas redes sociais afirmando que remédio administrado nele foi ‘a cura’ da doença

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2020 21h08 - Atualizado em 07/10/2020 21h19
Trump falou no Salão Oval nesta quarta

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quebrou o isolamento social seis dias após ser diagnosticado com o novo coronavírus e foi ao lado de fora do Salão Oval da Casa Branca nesta quarta-feira, 7. Do local, ele gravou um vídeo, postado nas redes sociais, afirmando que se sente “perfeito” e atribuindo a contaminação pela doença à uma atividade divina. “Eu acredito que foi uma bênção de Deus que eu peguei [a doença]. Isso foi uma bênção disfarçada”, disse. Ele contou que a droga Regeneron, remédio experimental usado no tratamento do líder republicano, foi administrada pelos médicos a pedido dele mesmo. “Eu ouvi sobre essa droga e disse ‘deixe eu tomar isso'”, pontuou. O presidente disse, ainda, que planeja distribuir a droga utilizada no próprio tratamento de graça nos EUA a apontando como “cura”. Cientificamente, ainda não há cura comprovada para o novo coronavírus.