Flavio Prado surpreende e revela quem indicou Abel Ferreira ao Palmeiras; confira

Segundo o comentarista do Grupo Jovem Pan, o ex-Flamengo foi o responsável por citar o nome do treinador português para Maurício Galiotte, presidente do Verdão

  • Por Jovem Pan
  • 10/02/2021 14h22 - Atualizado em 10/02/2021 14h40
Montagem sobre fotos/Jovem Pan/ALEXANDRE NETO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO/ETTORE CHIEREGUINI/AGIFFlavio Prado contou a história de como Abel Ferreira foi indicado ao Palmeiras

Abel Ferreira já entrou para a história do Palmeiras ao fazer o time conquistar uma Copa Libertadores da América. Ainda nesta temporada, o treinador terá a oportunidade de conquistar a sua segunda taça com o Verdão em caso de vitória diante do Grêmio, na final da Copa do Brasil. Mas, afinal, quem indicou o português, então desconhecido no futebol brasileiro, para o presidente Maurício Galiotte e o restante da diretoria palmeirense? Ao longo do programa “Esporte em Discussão”, do Grupo Jovem Pan, o comentarista Flavio Prado fez a surpreendente revelação.

“Como a gente bem lembra, o Palmeiras foi atrás de vários treinadores depois da demissão do Luxemburgo. Miguel Ángel Ramírez era o preferido, mas não deu certo. A diretoria recebeu várias respostas negativos de diferentes técnicos, por diferentes motivos. E aí chegou o momento em que o Galiotte ligou para um profissional, um executivo de futebol, e pediu uma indicação. Ele, então, respondeu que não conhecia ninguém, mas que o Jorge Jesus poderia ajudá-lo. O Galiotte ligou para Jorge Jesus, que recomendou Abel Ferreira, citando as qualidades dele: um cara novo, estudioso. O Jorge Jesus deu o nome do Abel Ferreira, e aí o Palmeiras colocou o bloco na rua. Ou seja, quem deu a dica do Abel foi o Jorge Jesus”, comentou.

O também português Jorge Jesus, que teve passagem vitoriosa pelo Flamengo, retornou na metade do ano passado ao Benfica, onde possui uma boa trajetória. Atualmente, no entanto, o treinador está com dificuldades, ficando longe de título no Campeonato Português. Abel Ferreira, por sua vez, trabalhou no Braga, de Portugal, antes de ir ao Olympiacos, da Grécia, seu último time antes de assumir o Palmeiras.

Assista ao comentário abaixo: