Bebidas e alimentos gelados provocam dor de garganta: mito ou verdade?

No caso de pacientes que passaram por cirurgias otorrinolaringológicas, tomar sorvete, por exemplo, é até recomendado; entenda o que consumo de produtos em baixas temperaturas provoca no organismo

  • Por Lívia Zanolini
  • 03/09/2021 15h19
Pixabay / LernestorodO otorrinolaringologista, Allex Ogawa, explica em que casos as bebidas e alimentos gelados podem trazer prejuízos à saúde

A temperatura regular do corpo humano oscila entre 36 e 37 graus. Quando se consome bebidas e alimentos muito gelados é natural que haja um choque térmico dentro do organismo, o que acaba paralisando estruturas ciliares presentes nas mucosas que revestem as vias aéreas, como boca, garganta e nariz. Esses cílios são mecanismos de defesa do sistema respiratório que filtram boa parte dos microrganismos e partículas de poeira que entram no corpo por meio da respiração, evitando que cheguem aos pulmões. Esses resíduos ficam retidos em uma camada de muco que recobre os cílios e acabam sendo expelidos por meio da tosse ou engolidos. Quando esse mecanismo de defesa para de funcionar por alguns momentos, mais sujeira se acumula nas mucosas e maior é o volume de secreção. Segundo o otorrinolaringologista e membro da diretoria executiva da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia, Allex Ogawa, no caso de pessoas que sofrem com problemas crônicos nas vias respiratórias, o aumento de resíduos e de muco pode, sim, favorecer inflamações e infecções, inclusive na garganta. Mas, em situações normais, o choque térmico causado pelo consumo de bebidas e alimentos gelados e até pelo contato com o ar e as superfícies frias não costuma trazer prejuízos para a saúde.

“Tomar gelado causa dor de garganta? A resposta imediata é não. Para quem não tem nenhum problema de saúde, não tem rinite, não costuma ter dor de garganta, não tem refluxo, beber água gelada, tomar um sorvete, fique à vontade. Não vai fazer mal, na verdade só vai fazer bem. Para quem tem doença nasal, por exemplo uma rinite, aqueles velhos conselhos da mãe de não sair no sereno com o cabelo molhado e não pisar no chão gelado descalço são importantes. Para quem tem muita infecção de garganta também vai ser importante esse cuidado”, orienta o especialista. Ogawa explica, ainda, que, no caso de pacientes que passaram por cirurgias otorrinolaringológicas, as bebidas e alimentos gelados são recomendados porque auxiliam na diminuição do inchaço e reduzem a possibilidade de sangramento. Isso porque as baixas temperaturas ajudam na diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos que ficam dilatados após o procedimento. Tá Explicado?

Gostaria de sugerir algum tema para o programa? É simples. Encaminhe a sugestão para o e-mail online@jovempan.com.br e escreva Tá Explicado no assunto. Participe!