Por que o vidro embaça e o copo “transpira”?

A explicação está, basicamente, em um fenômeno físico chamado condensação; entenda o que é isso e por que acontece

  • Por Lívia Zanolini
  • 16/06/2021 15h40 - Atualizado em 16/06/2021 16h32
Pixabay/Creative commonsAo mesmo tempo em que acelera o processo de condensação do vapor d'água, o material de que é feito o copo também influencia no tempo em que a bebida permanece gelada

A atmosfera da Terra contém moléculas de água em forma de vapor, em quantidades que variam conforme a época e a região. A chamada umidade do ar, além de influenciar o clima, também interfere na saúde dos seres vivos. Quando os índices estão satisfatórios, menor o risco de desidratação e ressecamento das vias respiratórias e também menor a concentração de poluição atmosférica. E é justamente a presença de água no ar que, em determinadas circunstâncias, faz o vidro do veículo embaçar e o copo “transpirar”. Isso acontece devido a um fenômeno físico chamado condensação. Na prática, funciona assim. Ao colocar água ou outra bebida gelada no copo, a temperatura do objeto diminui. Quando o ar mais quente do ambiente entra em contato com a superfície fria do copo, as moléculas de água suspensas na atmosfera, em forma de vapor, perdem calor e, com isso, acabam condensando, ou seja, passando do estado gasoso para o líquido. Daí a formação das gotículas na parte externa, como se o copo estivesse “transpirando”.

Ao mesmo tempo em que acelera o processo de condensação do vapor d’água, o material de que é feito o copo também influencia no tempo em que a bebida permanece gelada. O alumínio é um dos maiores condutores térmicos. Como o metal facilita a transferência de calor, o vapor d’água condensa mais rápido e a bebida acaba esquentando mais rapidamente também, ao contrário do que muitos pensam. Por isso, é mais comum recorrer ao copo de vidro. Porém, o ideal seria optar pelo plástico, que é um isolante térmico melhor. O problema é o visual, que não é dos mais atraentes. A lógica é a mesma para explicar por que os vidros do veículo embaçam. Em dias chuvosos ou muito frios, a tendência é que as pessoas mantenham as janelas do carro fechadas, certo? Só que, ao fazer isso, a temperatura no interior do veículo aumenta. Assim, quando o vapor d’água que está no ar do lado de dentro entra em contato com o vidro mais frio, as moléculas se condensam e acabam formando gotículas que causam o efeito embaçado, atrapalhando a visão do motorista. Para evitar isso, a orientação é, se possível, ligar o ar-condicionado, já que, para funcionar, o equipamento praticamente elimina a umidade do ar interno. Tá Explicado? 

Gostaria de sugerir algum tema para o programa? É simples. Encaminhe a sugestão para o e-mail online@jovempan.com.br e escreva Tá Explicado no assunto. Participe!