Richarlison chama repórter da Jovem Pan de ‘otário’ e é rebatido; entenda a briga

Marcio Spimpolo havia declarado, no último final de semana, que o jogador não poderia vestir a camisa 10 da Canarinho

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2021 10h31
Montagem sobre fotos/Jovem Pan/Lucas Figueiredo/CBFRicharlison rebateu Spimpolo chamando o repórter da JP de 'otário'

Richarlison, atacante do Everton e da seleção brasileira, utilizou sua conta no Instagram para rebater o repórter Marcio Spimpolo, do Grupo Jovem Pan, que havia declarado, no último final de semana, que o jogador não poderia vestir a camisa 10 da Canarinho – o “Pombo” usou o número na conquista do bicampeonato olímpico, nos Jogos de Tóquio-2020, realizados entre julho e agosto. Através da função “Stories”, o atleta postou uma foto com a medalha de ouro e chamou o profissional da JP de “otário do c******”. Além disso, ele lembrou que terminou a competição realizada no Japão como artilheiro.

Spimpolo, no entanto, tratou de responder Richarlison, justificando o seu ponto de vista. “Não sou de responder jogador. Já discuti com grandes figuras e nos tornamos amigos no futebol. Hoje, posso dizer que fiz alguns. E jogaram bola hein! Campeões do mundo! Campeões no clube. Nem um pouco mimados. Hoje em dia, são mimados, bajulados e acham que o dinheiro compra tudo. Vamos lá… Em uma edição do Canelada, disse que a seleção não poderia ter como “10” o Richarlison. É uma camisa histórica demais. Aliás, acho que nem bola pra seleção ele tem”, introduziu o repórter. É a geração mi mi mi: acham que jogam pra caramba, mas não jogam. Alguns estão lá e nem sabem o motivo, pois não tem bola pra isso. Querido “Pombo”, abaixo cito alguns camisas 10. Certamente você conhece ou outro”, completou o jornalista, citando Pelé, Rivellino, Zico, Silas, Raí, Ronaldinho, Kaká e Neymar.

Após o entrevero, no entanto, Richarlison e Marcio Spimpolo trocaram mensagens via “direct” em tom mais ameno. O atacante, um dos favoritos a representar o Brasil na Copa do Mundo de 2022, no Catar, não foi convocado por Tite para as últimas três partidas da seleção devido aos problemas físicos. Assim, ele viu de longe o ponta Raphinha, do Leeds, brilhar nas vitórias contra a Venezuela e Uruguai. Quem também se destacou no setor foi o jovem Antony, do Ajax, que entrou bem e acirrou a briga no setor ofensivo.