AO VIVO: Acompanhe as notícias sobre o 2° turno das eleições municipais

Siga a cobertura e as principais informações sobre a votação deste domingo, que acontece em 57 cidades brasileiras

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2020 07h00 - Atualizado em 29/11/2020 17h22
ANDRÉ LESSA/ESTADÃO CONTEÚDO Ao todo, são 21 estados das cinco regiões do país com votação neste domingo, sendo que 18 capitais contam com a segunda fase da disputa

Neste domingo, 29 de novembro, eleitores de 57 cidades brasileiras vão às urnas novamente para escolher os próximos prefeitos de seus municípios. Seguindo as regras da Constituição, o 2° turno das eleições municipais acontece em cidades com mais de 200 mil eleitores em que, no primeiro turno, nenhum dos candidatos obteve maioria absoluta dos votos válidos. Ao todo, são 21 estados das cinco regiões do país com votação neste domingo, sendo que 18 capitais contam com a segunda fase da disputa. Lembrando que em Macapá, capital do Estado do Amapá, a eleição municipal foi adiada pelos problemas de falta de energia elétrica que afetaram a cidade. No município, o pleito 2020 deve acontecer nos dias 6 e 20 de dezembro, sendo, respectivamente, o primeiro e o segundo turno eleitoral. Confira abaixo a cobertura especial da Jovem Pan sobre o 2° turno das eleições municipais 2020 pelo país.


17:20 – Acompanhe apuração em tempo real

Com a maioria das urnas fechadas, a apuração dos votos em tempo real pode ser acompanhada por meio deste link.


17:00 – Urnas são fechadas em boa parte do Brasil

As urnas eleitorais foram fechadas às 17:00 pelo horário de Brasília, encerrando as eleições 2020 nos estados do Sul, Sudeste e Nordeste. As urnas ficaram abertas das 7h as 17h (considerando o horário local). No Acre, as urnas fecham às 19:00, segundo o horário de Brasília. Amazonas e estados do Centro-Oeste fecham às 18:00.


16:42 – Ibope informa que não realizará boca de urna no segundo turno

O Ibope confirmou à Jovem Pan que não realizará pesquisas de boca de urna após o segundo turno das eleições municipais 2020 em nenhuma cidade do Brasil. A instituição não deu mais detalhes sobre o que motivou a decisão.


16:13 – Rio de Janeiro – TRE-RJ contabiliza 156 urnas substituídas

Segundo as últimas informações divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ), 156 urnas já foram substituídas no estado. Foram 133 na Capital, 19 em São João de Meriti, 2 em São Gonçalo, 1 em Campos e 1 em Petrópolis.


16:01 – TSE: 38 milhões de brasileiros já votaram no segundo turno

O quarto boletim do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgado às 16 horas mostra que 38.284.410 eleitores já votaram. De acordo com o TSE, 583 urnas já foram substituídas pelo país, uma porcentagem de 0,40% do total. São Paulo lidera com 175 urnas substituídas, seguido do Rio de Janeiro com 165 substituições.


15:23 – São Paulo – 158 urnas foram substituídas em SP

De acordo com o terceiro boletim divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), 158 urnas eletrônicas já foram substituídas em São Paulo, sendo 107 na capital e 51 no interior. O valor corresponde a 0,43% do total de 36.711 urnas.


15:10 – Operação Eleições registra 52 ocorrências de boca de urna

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou às 15h o novo boletim Operação Eleições. O relatório mostra que 197 crimes eleitorais foram registrados. Entre eles, 52 ocorrências de boca de urna, 8 compras de voto, 4 concentração de eleitores, 94 desobediência às ordens da Justiça Eleitoral e e 35 de desordem que “prejudique os trabalhos eleitorais”. Também foram registrados crimes de falsidade ideológica, fake news, impedimento ou embaraço ao
exercício do voto e transporte de eleitores. Até agora, 53 eleitores foram presos/conduzidos até delegacias.


15:00 – Belém – Candidatos à prefeitura de Belém votaram pela manhã

Os candidatos à prefeitura de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL) e Delegado Federal Eguchi (Patriota), votaram pela manhã deste domingo, 29. Eguchi foi um dos candidatos que recebeu apoio do presidente Jair Bolsonaro no pleito municipal. Ele votou por volta das 11h20, acompanhado do seu vice. Rodrigues voltou mais cedo, às 10h20.


14:56 – e-Título: 604.098 eleitores justificaram ausência pelo aplicativo

Dados do Tribunal Superior Eleitoral apontam que até as 14h45 deste domingo, 29,  604.098 eleitores justificaram ausência por meio do e-Título. Segundo o TSE, até o momento, o aplicativo tem funcionado adequadamente e sem instabilidade.


14:50 – Fortaleza – Ciro Gomes vota em José Sarto

Ciro Gomes (PDT) votou na tarde deste domingo, 29, ao lado de membros do partido. Vestido de amarelo, Ciro anunciou o voto no deputado estadual José Sarto (PDT). Sarto disputa a Prefeitura de Fortaleza no segundo turno das eleições municipais com o deputado federal Capitão Wagner (PROS).


14:25 – Recife – João Campos vota ao lado da vice

O candidato à prefeitura de Recife João Campos (PSB) votou na EREM Professor Cândido Duarte, em Apipucos, no final da manhã deste domingo, 29. João estava acompanhado de sua vice Isabella de Roldão (PDT). Em seguida, os dois seguiram para o colégio eleitoral de Isabella.


14:15 – Recife – Marília Arraes é recepcionada por dezenas de apoiadores

A candidata à prefeitura de Recife Marília Arraes (PT) foi ovacionada por eleitores em frente ao seu colégio eleitoral. “Agora vai, eu tô com Lula, Marília e Arraes”, cantavam os apoiadores enquanto a candidata entrava no local com a sua filha no colo. Marília votou na tarde deste domingo, 29, no Clube Alemão, em Parnamirim, Zona Norte da cidade, acompanhada de seu vice João Arnaldo (PSOL).


14:00 – TSE: Quase 500 urnas foram substituídas pelo Brasil

O boletim do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgado às 14 horas mostra que 476 urnas já foram substituídas pelo país. A maioria delas eram de São Paulo (146), no Rio de Janeiro (129) e no Ceará (37). Apenas uma seção está funcionando com urna de votação manual, com cédula de papel, na 347ª Zona Eleitoral – Vila Matilde, em São Paulo. Até o momento já votaram 38.284.410 eleitores.


13:50 – Ministério da Justiça registra 153 crimes eleitorais

Novo boletim do Ministério da Justiça e Segurança Pública mostra que já foram cometidos 153 crimes eleitoras durante o segundo turno das eleições municipais. Entre os crimes, 27 ocorrências de boca de urna, 5 de compra de votos, 4 de concentração de eleitores, 93 de desobediência às ordens da Justiça
Eleitoral e 24 de desordem que “prejudique os trabalhos eleitorais”. O ministério registrou 27 ocorrências de desinformação sobre o Processo Eleitoral. Até agora, 37 eleitores foram presos/conduzidos até delegacias.


13:37 – São Paulo – Márcio França vota no Itaim Bibi

Márcio França, vota no bairro do Itaim Bibi em São Paulo e compartilha registros da votação nas redes sociais. “Viva a festa da democracia! Boa sorte, São Paulo!”, disse em publicação no Twitter neste domingo. Terceiro colocado na corrida eleitoral pela prefeitura de São Paulo no primeiro-turno, França decidiu não declarar apoio a nenhum dos candidatos à prefeitura da capital paulista.


13:21 – Eleitor no Rio, Guedes fica em Brasília no 2º turno

O ministro da Economia, Paulo Guedes, permanece em Brasília neste domingo, 29, data em que acontece o segundo turno das eleições municipais, informou sua assessoria de imprensa. No primeiro turno, em 15 de novembro, o ministro também ficou na capital federal e não compareceu à sua zona eleitoral, no bairro de Ipanema, na zona sul do Rio. Paulo Guedes, que tem 71 anos, não é mais obrigado por lei a votar.


13:06 – Ministério da Justiça registra sete casos de boca de urna

Novo boletim do Ministério da Justiça e Segurança Pública mostra que dois “crimes comuns relacionados às eleições” já foram cometidos, sendo uma ameaça e um furto. Entre as ocorrências de crimes eleitorais foram contabilizados sete casos de bocas de urna, dois de compras de votos, quatro de concentração de eleitores, 87 de desobediência às ordens da Justiça Eleitoral; oito de desordem “que prejudique os trabalhos eleitorais” e um de fake news. Além disso, foram também registrados casos de desinformação sobre o processo eleitoral, quatro bloqueios de vias, falta de energia elétrica, atendimentos de urgência e emergência e uma manifestação. Ao todo, são 145 ocorrências em todo o país até às 11h, segundo boletim.


13:00 – Jilmar Tatto vota em Guilherme Boulos em São Paulo

O petista Jilmar Tatto já compareceu neste domingo, 29, na seção eleitoral da Escola Estadual Prof. Giulio David Leone, em São Paulo, para votar. Tatto, que foi candidato à prefeitura da capital paulista pelo Partido dos Trabalhadores (PT), compartilhou nas redes sociais fotos na sala de votação. No Twitter, o petista declarou voto na chapa Guilherme Boulos e Luiza Erundina “com a convicção de que votei em quem está ao lado do povo”, disse na publicação.


12:34 – Rodrigo Maia vota no Rio de Janeiro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, votou no início da tarde deste, domingo, 29, no Rio de Janeiro. Ele criticou o atual prefeito da cidade, Marcelo Crivella, e reforçou apoio ao candidato Eduardo Paes.


12:25 – e-Título: 503.559 eleitores justificaram ausência pelo aplicativo

Até as 12h05 deste domingo, 503.559 eleitores de todo o país já justificaram ausência por meio do e-Título, informa o Tribunal Superior Eleitoral, sem registros de instabilidades na ferramenta. Neste dia de votação do 2º turno do pleito municipal, a justificativa de ausência para quem está fora do domicílio eleitoral só é permitida pelo aplicativo, que utiliza verificação por georreferenciamento, ou presencialmente em qualquer seção eleitoral. Por conta da pandemia da Covid-19, a recomendação é que os eleitores optem pela justificativa online.


12: 10 – 368 urnas já foram substituídas em todo o país, diz TSE

O segundo boletim divulgado neste domingo, 29, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que 368 urnas eletrônicas já foram substituídas no Brasil, número que representa 0,25% do total de equipamentos distribuídos em todo o país. São Paulo (103), Rio de Janeiro (95) e Ceará (30) seguem como os estados com maiores casos de substituições. Até o momento, apenas o estado do Acre, Paraíba e Paraná não trocas de urnas eletrônicas.


12:02 – Porto Alegre – Tecnicamente empatados, Manuela D’Ávila e Sebastião Melo votam neste domingo

A candidata à prefeitura de Porto Alegre Manuela D’Ávila (PC do B) já votou neste domingo, acompanhada do esposo, o o músico Duca Leindecker, e da filha. Na ocasião, a candidata falou sobre as fake news que marcaram a disputa eleitoral no município. Segundo pesquisa Ibope divulgada neste sábado, 28, Manuela possui 51% das intenções de voto, enquanto seu oponente Sebastião Melo (MDB) aparece com 49% dos votos válidos. Acompanhado do candidato a vice-prefeito Ricardo Gomes, Sebastião também já votou na capital do estado de Rio Grande do Sul.


11:49 – São Paulo – Prefeito Bruno Covas vota em SP

O atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas, vota no Colégio Vera Cruz, em São Paulo. Mais cedo, ele tomou café da manhã com a ex-prefeita Marta Suplicy e acompanhou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o governador João Doria em seus respectivos locais de votação. A expectativa é que o candidato à reeleição faça um pronunciamento em instantes.


11:30 – São Paulo – João Doria vota no Jardim Europa, em SP

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, vota em um colégio particular no Jardim Europa, na região central da cidade, acompanhado do candidato à reeleição, Bruno Covas, e do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando. Na ocasião, Doria falou sobre a importância da possível vitória de Covas para o partido, embora tenha negado uma celebração antecipada e uma relação com as eleições de 2022. “A reeleição de Bruno Covas na capital de São Paulo é uma reconfirmação de força, de eficiência e de aprovação da gestão do PSDB e do Bruno Covas. É uma retomada importante para o PSDB nacionalmente. Superada essa eleição, não temos que pensar na próxima eleição, temos que pensar no Brasil, ajudar a população a gravíssima crise do coronavírus, fazer a vacinação e libertar o brasileiro desta pandemia para que a economia possa ser retomada, os empregos e a normalidade possa ser retomada. Não comemoramos, celebramos a nossa união e o nosso voto. Celebrar só após a apuração”, disse. O governador reforçou a segurança da urna eletrônica. “Não há nada que indique que a votação eletrônica seja vulnerável, absolutamente nada. É um sistema seguro, já foi comprovado, fiscalizado, auditado. Só aqueles que duvidam da democracia é que duvidam da validade da votação eletrônica “afirmou, em oposição as declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro neste domingo.


11: 17 – São Paulo – Guilherme Boulos aparece em sacada de sua casa com cartaz escrito “vamos virar”

O candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos, do PSOL, apareceu na sacada da sua casa, no bairro Campo Limpo, em São Paulo. Com cartaz escrito “vamos virar”, Boulos afirmou que está bem de saúde, mas evitou longos discursos. O psolista, que testou positivo para a Covid-19 na sexta-feira, 27, apresenta sintomas leves da doença e, seguindo as recomendações do TSE e de autoridades e saúde, não deve votar neste domingo. Pesquisa Ibope divulgada neste sábado, 28, mostra Guilherme Boulos tem 43% das intenções de voto em São Paulo contra 57% de Bruno Covas. Já o último levantamento do Datafolha apresenta que a vantagem de Covas é de 10 pontos percentuais: 55 a 45%.


10:53 – Rio de Janeiro – Luciano Huck vota em Eduardo Paes e desconversa sobre 2022

Após votar Escola Municipal República da Colômbia, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, o apresentador de TV e empresário Luciano Huck declarou apoio ao candidato do DEM à prefeitura do Rio, Eduardo Paes. “Eu votei no Eduardo Paes. Acho que a cidade está precisando desesperadamente de uma arrumação geral. Foram anos muito difíceis para o Rio de Janeiro. É importante que a gente entre agora num ciclo mais virtuoso”, disse o apresentador, que não quis falar sobre a próxima eleição presidencial. “2022 está muito longe ainda. Vamos discutir as cidades por enquanto.” O apresentador também evitou comentar os encontros recentes que teve com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, no que seria a articulação de uma frente de centro-direita para derrotar o presidente Jair Bolsonaro.


10:41 – Jair Bolsonaro vota no Rio de Janeiro

O presidente Jair Bolsonaro votou, na manhã deste domingo, 29, na Escola Municipal Rosa da Fonseca na Vila Militar, na Zona Oeste. Ele cumprimentou apoiadores ao chegar ao local de votação. Bolsonaro volta para Brasília ainda hoje. Apoiadores se aglomeram no entorno e tentam se aproximar para tirar fotos com o presidente, que usa máscara de proteção. O uso do item de proteção é obrigatório para votação nas eleições 2020. Na ocasião, o presidente voltou a defender ainda a importância do voto impresso e de uma “forma mais confiável de votação”, defendendo que a apuração no Brasil deve ser pública. “Eu quero o voto impresso já, eu presidente da República quero o voto impresso já porque quero transparência. Eu tenho o poder na mão, eu tenho uma máquina monstruosa na mão. Jamais usarei essa máquina em proveito eleitoral de quem quer que seja”, disse.


10:40 – 364.414 eleitores já justificaram ausência na votação pelo e-Título

Dados do Tribunal Superior Eleitoral apontam que até as 10h deste domingo, 29, 364.414 eleitores justificaram ausência por meio do e-Título. Até o momento, o aplicativo não apresenta instabilidade. A justificativa de ausência para quem está fora do domicílio eleitoral só é permitida pelo e-Título (há verificação por georreferenciamento) ou presencialmente em qualquer seção eleitoral. Quem faltar à votação por qualquer motivo tem até 60 dias para justificar pelo aplicativo, site ou presencialmente em cartório. É preciso anexar documento que comprove o motivo da ausência.


10:32 – TSE: 194 urnas eletrônicas são substituídas em todo o país

Segundo primeiro boletim do TSE,  194 urnas eletrônicas já foram substituídas em todo o país. O número representa 0,13% dos mais de 97 mil equipamentos em funcionamento. O Tribunal informa que há pouco mais de 48 mil urnas disponíveis para possíveis novas substituições. Entre os estados com mais incidências de casos são São Paulo (65), Rio de Janeiro (56), Ceará (15), Sergipe (14) e Rio Grande do Sul (11).


10:23 – Rio de Janeiro – Eduardo Paes vota na capital fluminense

O ex-prefeito e candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, votou na manhã deste domingo, 29, em um clube em São Conrado, na Zona Sul. Ele lidera as pesquisas de intenção de voto no município, à frente do atual prefeito Marcelo Crivella.


10:20 – Acompanhado de Bruno Covas, FHC  fala sobre Frente Ampla para 2022

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso votou neste domingo na capital paulista. Acompanhado de Covas, FHC falou sobre a possibilidade de uma Frente Ampla para a eleição presidencial de 2022. “Sempre fui favorável quer houvesse união entre os partidos. Se for possível fazer uma frente acho bom, sou favorável. Então se o PSDB encontrar um candidato a altura acho que pode ganhar a eleição”, disse. Ao ser questionado se o governador de São Paulo seria o candidato ideal para 2022, FHC comentou. “Não posso dizer que seja João Doria, Doria é um forte candidato, mas há outros também e não cabe a mim a decisão. Na verdade, quem decide é o povo. Os partidos vão votar em que tiver chance de ganhar.”


10:17 – Ex-prefeita Luiza Erundina vota em São Paulo

A candidata à vice-prefeita na chapa de Guilherme Boulos votou na manhã deste domingo, 29, na região de Mirandópolis, na Zona Sul. Ela tem 85 anos e pertence ao grupo de risco. Nos últimos dias, Erundina assumiu o protagonismo da candidatura após Boulos testar positivo para Covid-19. A vice-prefeita na chapa de Guilherme Boulos avaliou que, do ponto de vista sanitário, as campanhas pouco respeitaram as normas estabelecidas para evitar a contaminação pelo coronavírus. “Ainda houve muito descuido. Os governantes que precisavam dar o exemplo, lamentavelmente, desestimularam as medidas protetivas, negando a gravidade do vírus, liberando não só a atividade econômica da sociedade, mas minimizando [a gravidade do vírus] e isso é um mau exemplo. Em geral, as pessoas seguem a autoridade maior”, disse.


10:11 – Marcelo Crivella vota no Rio de Janeiro

O candidato à reeleição no Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), votou na manhã deste domingo, 29. Ele cumprimentou algumas pessoas na entrada do seu local de votação e estava acompanhado de pessoas da campanha e da família. De acordo com a última pesquisa Ibope divulgada neste sábado, 28, Crivella tem 26% das intenções de voto na capital fluminense contra 54% de Eduardo Paes.


10:09 – Fernando Haddad se manifesta nas redes sociais

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad se manifestou nas redes sociais sobre a eleição municipal deste domingo. No Twitter, o petista declarou voto ao candidato Guilherme Boulos. “Votei 50, seguro de ter feito a melhor escolha”, escreveu na breve publicação. Em mensagens publicadas anteriormente, Haddad já havia manifestado apoio ao candidato do PSOL.


10:05 – Bruno Covas acompanha Fernando Henrique Cardoso em votação

O prefeito Bruno Covas caminha, neste momento, com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para o Colégio Nossa Senhora de Sion, local de votação na região de Higienópolis, em São Paulo, onde FHC deve votar nos próximos minutos.


9:52 – TRE determina intervenção da Polícia Federal em paralisação no Rio

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro determinou a intervenção da Polícia Federal na paralisação dos rodoviários das viações Redentor e Futuro. A paralisação começou na madrugada deste domingo, 29. O Tribunal considerou a paralisação, que atinge moradores da zona oeste da capital paulista, ilegal. “Representa grave impedimento e embaraço às eleições. As lideranças do movimento serão responsabilizadas na forma da lei penal. A expectativa é que o funcionamento regular das linhas operadas pelas empresas de ônibus seja normalizado rapidamente”, disse o TRE. O eleitor hoje no Rio vai ter que enfrentar muito calor. A previsão é de que a temperatura máxima chegue 37°C.


9:43 – São Paulo – 36 urnas são substituídas

Segundo informações do primeiro boletim do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), 36 urnas já foram substituídas em todo o estado, sendo 26 na capital paulista. O Tribunal informa que todos os locais receberam novas urnas eletrônicas para substituição.


9:30 – São Paulo – Marta Suplicy vota no Jardim Paulistano, em SP

A ex-prefeita Marta Suplicy vota no Jardim Paulistano, em São Paulo. Acompanhada de Bruno Covas, ela elogiou o atual prefeito por “mostrar que fez bastante pela periferia e mostrar que vai fazer muito mais” e pela “campanha limpa” e democrática contra o fascismo autoritário do país”. “Quero parabenizar o prefeito, muita gente que ele deveria passar por uma desconstrução do candidato [Guilherme Boulos],que dava para fazer de forma até perversa, como se faz em campanha. Mas o Bruno se negou. Achei muito bonito isso porque ele está ganhando com uma campanha limpa e foi muito legal poder ter duas pessoas democratas, que são contra esse fascismos autoritário do país, simbolizado pelo Bolsonaro, e que se portaram bem. Claro, disputa política acontece”, disse.


9:18 – Primeiras ocorrências: TSE registra 83 casos de desobediência

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou as primeiras ocorrências e crimes eleitorais. Até às 9h deste domingo, 29, há registro de dois crimes de boca de urna, um de compra de voto, 83 de desobediência e um de desordem. Até o momento, cinco veículos foram apreendidos, além de quantias em dinheiro. Não há registros de apreensão de armas e materiais de campanha. Ao todo, já foram identificados 26 casos de crimes de desinformação e 10 eleitores foram presos ou conduzidos para delegacias do país.


9:11 – Rio de Janeiro – Apoiadores aguardam o presidente Jair Bolsonaro em seção eleitoral

O presidente Jair Bolsonaro desembarca no Rio de Janeiro para votar. O chefe de Executivo federal vota em colégio eleitoral na Escola Municipal Rosa da Fonseca, localizada na Vila Militar, na capital fluminense. Forte esquema de segurança cerca o local de votação para garantir a integridade e segurança presidencial. Apoiadores aguardam a chega do presidente Jair Bolsonaro nas imediações do colégio eleitoral.


8:45 – São Paulo – Bruno Covas chega na casa de Marta Suplicy

O atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas, chega na casa ex-prefeita Marta Suplicy, localizada na região do Jardins, em São Paulo. Eles tomam café da manhã juntos. Covas pretende acompanhar o voto de Marta no Jardim Paulistano. A expectativa é que a ex-prefeita faça um pequeno pronunciamento após a votação. Depois, o candidato do PSDB à reeleição na capital paulista deve acompanhar o voto de Fernando Henrique Cardoso e do governador João Doria.


8:31 – Brasília – Bolsonaro viaja para o Rio de Janeiro para votar

Presidente Jair Bolsonaro sai em comboio do Palácio da Alvorada e vai em direção a Base Aérea, para voar para o Rio de Janeiro e votar. Ele retorna ainda neste domingo, 29, para Brasília. Bolsonaro vota na Escola Municipal Rosa da Fonseca, na Vila Militar.


8:29 – São Paulo – Bruno Covas deixa residência e se dirige para casa de Marta Suplicy

O atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas, deixa residência na região da Barra-Funda, em São Paulo para se reunir com a ex-prefeita Marta Suplicy. Eles devem tomar café da manhã juntos. A expectativa é que o candidato à reeleição acompanhe o voto de Marta no Jardim Paulistano, assim como a votação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) no bairro de Higienópolis. Depois, Covas deve se dirigir com os apoiadores para votar na escola Vera Cruz.


8:19 – Marília Arraes e João Campos numericamente empatados no Recife

A pesquisa Ibope divulgada neste sábado, 28, traz empate numérico entre os candidatos para a prefeitura do Recife (PE). Os primos João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) aparecem com 50% das intenções de votos válidos para cada um. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. Em relação ao levantamento anterior, Campos recuou um ponto porcentual, e Marília subiu também um, ainda considerando votos válidos. O levantamento ouviu 1.204 eleitores entre 27 e 28 de novembro e o nível de confiança é de 95%.


7:50 – Para justificar ausência, eleitores devem usar aplicativo e-Título

Os eleitores que estejam fora de seu domicílio eleitoral neste domingo devem justificar a ausência do voto. Seguindo as indicações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os cidadãos devem, preferencialmente, utilizar o aplicativo e-Título para a justificativa. Neste domingo, o cadastro no aplicativo está suspenso por determinação do Tribunal, medida que busca minimizar possíveis sobrecarregamentos do aplicativo. No entanto, os eleitores terão o prazo de 60 dias para justificar a ausência eleitoral. A partir desta segunda-feira, 30, o cadastro no e-Título estará novamente liberado. Lembrando que o voto é obrigatório e, o não comparecimento no dia da eleição ou a não justificativa, podem render ao eleitor uma multa e até a suspensão de alguns direitos civis como a participação em concursos públicos, emissão do passaporte ou carteira de identidade, entre outras penalidades.


7:32 – São Paulo – Ex-presidente Michel Temer vota em SP

Ex-presidente da República Michel Temer vota na Pontifícia Universidade Católica (PUC), em São Paulo. Acompanhado de seguranças, Temer, que faz parte do grupo de risco, chegou pouco antes das 7h no local de votação e aguardou no carro até a abertura da zona eleitoral. Na ocasião, Temer declarou apoio ao atual prefeito de São Paulo. “Bruno vem fazendo um bom trabalho, trabalho de muita competência. Acho que a continuidade dele é desejável em um sistema de reeleição”, disse. Ele também avaliou a corrida eleitoral de 2020 como “muito positiva”. “Como toda eleição ela reforça a ideia do que a Constituição determina. O poder emana no povo precisamente nesses momentos quando se escolhe os dirigentes dos estados e municípios. Foi mais um exercício democrático”, afirmou o ex-presidente, que precisou de uma caneta emprestada para assinatura no caderno de votação. A recomendação da Justiça Eleitoral é que os eleitores levem sua própria caneta.


7:22 – Minas Gerais – Urna eletrônica apresenta falha técnica

Um urna eletrônica de uma zona eleitoral em Contagem, Minas Gerais, apresenta problemas. O equipamento eletrônico apresentou falhas técnicas para emissão da zerésima, documento emitido pela urna que, segundo o TSE, “atesta que a preparação daquela urna foi adequada, ou seja, que todos os eleitores e candidatos incluídos na preparação estão corretos e que não há nenhum voto contabilizado”. A urna eletrônica está sendo reiniciada e, no momento, os eleitores aguardam a resolução do problema ou substituição do equipamento.


7:10 – São Paulo – Pesquisas mostram vantagem confortável de Covas sobre Boulos

Na noite deste sábado, 29, Ibope e Datafolha divulgaram suas últimas pesquisas de intenção de voto para a Prefeitura de São Paulo antes da eleição. A liderança do atual prefeito Bruno Covas (PSDB) sobre Guilherme Boulos, candidato do PSOL para a disputa, é confortável em ambos os levantamentos. No Ibope, o tucano tem 57% dos votos válidos contra 43% do psolista. O Datafolha mostra que a vantagem de Covas é de 10 pontos percentuais: 55 a 45%.


7:03 – Veja o que levar e o que não levar para votar

Assim como no primeiro turno das eleições 2020, os eleitores devem ficar atentos com os documentos exigidos. Para votação é necessário comparecer a seção eleitoral levando um documento oficial com foto, máscara e a própria caneta para assinar o caderno de votação – evitando o compartilhamento de objetos e a disseminação do novo coronavírus. É permitido levar uma anotação com os números de seus candidatos. Não é permitido entrar ou usar o celular na cabine de votação. Também são proibidas máquinas fotográficas, filmadoras ou quaisquer instrumentos que possam comprometer o sigilo do voto. Boca de urna, uso de camisetas de campanha, alto-falantes e amplificadores de som também não são permitidos. Broches e adesivos estão liberados.


7:00 – Início da votação para o 2° turno

Começa agora o período de votação para o segundo turno das eleições municipais de 2020. Lembrando que, seguindo as recomendações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as três primeiras horas são preferenciais para idosos. A medida busca proteger pessoas pertencentes ao grupo de risco da Covid-19. Para todos os eleitores, o uso da máscara de proteção é obrigatório durante a votação e permanência nas seções eleitorais.


6:55 – Idosos fazem filas nas seções eleitorais

Minutos antes da abertura dos colégios eleitorais, idosos já fazem filas em locais próximos aos principais centros de votação do país. Assim como no 1° turno, eleitores com mais de 60 anos terão prioridade para votação das 7h às 10h. No entanto, os demais eleitores não serão impedidos de votar. Na cidade de São Paulo, em seção eleitoral na região de Higienópolis, cerca de 50 pessoas aguardavam a abertura dos portões. Eleitores usavam máscaras de proteção e, alguns deles, carregavam frascos de álcool gel.