Brasil fica sem medalha no 12º dia das Olimpíadas e sofre eliminações precoces; veja balanço 

Além do desempenho nas finais da ginástica, o Time Brasil sofreu duros golpes, como as eliminações da seleção feminina de handebol e de Evandro e Bruno Schmidt no vôlei de praia

  • Por Jovem Pan
  • 02/08/2021 14h53 - Atualizado em 02/08/2021 14h56
Wander Roberto/COBArthur Zanetti ficou no oitavo lugar nas argolas da Tóquio-2020

Após a conquista de Rebeca Andrade no salto, o torcedor brasileiro vivia a expectativa de festejar mais vitórias na ginástica na manhã desta segunda-feira, 2. O Brasil, no entanto, não conseguiu melhorar o seu desempenho no quadro de medalhas, ficando sem subir ao pódio no 12º dia das Olimpíadas de Tóquio. A ginasta paulista, que gravou seu nome na história do Jogos, até fez uma boa apresentação no solo, mas cometeu um pequeno deslize e encerrou sua participação na quinta posição. Já Arthur Zanetti, almejando a terceira medalha olímpica nas argolas, errou na saída do aparelho e acabou no oitavo e último lugar. O mesmo aconteceu com Caio Souza, que sofreu uma queda na decisão do salto e terminou na lanterna. Outra possibilidade de pódio estava relacionada às velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze – elas estão em segundo na classe 49erFX feminina. A regata da medalha, responsável por definir a classificação final, porém, foi adiada em um dia por falta de ventos.

O Time Brasil ainda sofreu outros duros golpes entre a noite do último domingo, 1º, e esta segunda-feira, no horário de Brasília. A seleção feminina de handebol, por exemplo, foi derrotada pela França e se despediu dos Jogos de Tóquio ainda na fase de grupos. Já o time de tênis de mesa brasileiro, que teve o melhor desempenho em Olimpíadas de sua história, parou nas quartas de final, sendo eliminados pela Coreia do Sul. No atletismo, Vitória Rosa e Ana Carolina Azevedo não passaram para as semifinais dos 200 m, enquanto Izabela da Silva ficou na 11ª posição no lançamento de disco. Esperança de medalha, o vôlei de praia do Brasil também perdeu uma dupla no masculino. Evandro e Bruno Schmidt foram desclassificados pelo time da Letônia, que vai tentar fazer o mesmo com Alison e Álvaro Filho. Os resultados positivos do país no dia, inclusive, podem se resumir aos dois, que ganharam dos mexicanos Gaxiola/Rubio e avançaram às quartas. Além disso, Isaquias Queiroz e Jacky Godmann carimbaram vaga nas semifinais no C2 1000 m na canoagem. A equipe feminina de vôlei, por fim, manteve a invencibilidade contra o Quênia e se classificou como primeira do Grupo A. 

Confira AQUI o quadro de medalhas em tempo real