Vitória no futebol, polêmica no judô e primeira derrota no vôlei: Confira o balanço do 7º dia das Olimpíadas

Brasil viu a seleção masculina de futebol vencer e se classificar para as quartas; eliminações no judô e no tênis de mesa marcaram a noite

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2021 14h27 - Atualizado em 28/07/2021 15h36
Reprodução/ SporTVA judoca Maria Portela foi eliminada em decisão polêmica da arbitragem

Depois de algumas comemorações nas Olimpíadas de Tóquio 2020, o Brasil viveu um dia complicado nos Jogos, amargando eliminações e derrotas em diversas categorias. Um dos poucos destaques positivos foi a vitória por 3 a 1 do futebol masculino contra a Arábia Saudita, que garantiu a classificação da seleção para as quartas de final do torneio olímpico. Horas depois, a seleção masculina de vôlei perdeu o jogo contra o Comitê Olímpico Russo por 3 a 0, primeira derrota dos brasileiros no torneio. Hugo Calderano, do tênis de mesa, deu adeus às chances de conquistar o ouro olímpico ao perder de virada por 4 a 2.

Nos esportes disputados em dupla, o destaque foi para Laura Pigossi e Luisa Stefani. Elas surpreenderam e derrotaram as norte-americanas Jessica Pegula e Bethanie Mattek-Sands por 2 sets a 1 (1/6, 6/3 e 10/6), avançando às semifinais do torneio. Na categoria de duplas mistas no tênis, Marcelo Melo e Luisa Stefani caíram para a dupla da sérvia, composta por Novak Djokovic e Nina Stojanovic por 2 sets a 0 (6/3 e 6/4).

Na ginástica artística, Caio Souza caiu no solo e no cavalo, matando quaisquer chances e uma boa colocação, terminando na 17ª posição. Já Diogo Soares encerrou a final na 20ª posição. No handebol masculino, o Brasil chegou a abrir vantagem de quatro gols, mas levou a virada e perdeu por 32 a 25. Outro desempenho abaixo do esperado veio do revezamento masculino 4×200 m livre, no qual o time brasileiro chegou a ficar em segundo, mas encerrou a prova na última colocação. Na vela, Martine Grael e Kahena Kunze tiveram uma noite ruim e caíram para a quinta colocação (o torneio é disputado em pontos corridos).

Nas modalidades individuais houve poucos destaques. No tiro com arco, Marcus D’Almeida entrou para a história na madrugada desta quarta-feira, 28, ao se classificar para as oitavas de final do individual masculino. Na natação, Leonardo de Deus ficou em sexto nos 200 m borboleta. Caio Pumputis e Vinicius Lanza não conseguiram se classificar para as semifinais dos 200 m medley. Por fim, Larissa Oliveira também não conseguiu vaga na final dos 100 m livre. No judô, Maria Portela, que combate na categoria até 70 kg, foi eliminada nas oitavas de final no golden score, após 14 minutos de luta, por falta de combatividade, em decisão que foi considerada polêmica. Ygor Coelho foi eliminado no badminton pelo japonês Tsuneyama Kanta por 2 a 0.