Retrospectiva 2020: Relembre os principais fatos que agitaram o mundo do entretenimento

Cultura em crise, separações polêmicas, novidades no streaming, eventos online, explosão das lives, mortes inesperadas e todos os fatos mais relevantes que aconteceram no Brasil e no mundo

  • Por Jovem Pan
  • 26/12/2020 13h30 - Atualizado em 26/12/2020 16h21
Reprodução/DivulgaçãoO ano de 2020 foi marcado por separações, realities, representatividade e muito mais

Conturbado, histórico e cheio de altos e baixos. O ano de 2020 com certeza ficará marcado devido aos seus diversos acontecimentos inesperados. Com a pandemia, o mundo precisou se adaptar a uma nova realidade e as celebridades também. Teatros foram fechados, shows cancelados, gravações de novelas e programas precisaram ser suspensas e reprises dominaram canais abertos e até fechados. Com boa parte das pessoas confinadas em casa, a distração ficou por conta das inúmeras lives e dos reality shows “BBB 20” e “A Fazenda 12” – que tiveram edições históricas. O ano também foi marcado por diversas separações de famosos, sendo alguns términos bem polêmicos. Mesmo com todas as dificuldades, também teve coisa boa acontecendo, como um famoso evento geek ganhando uma versão online e uma nova e muito aguardada plataforma de streaming chegando ao Brasil. Outro ponto alto foram os lançamentos de filmes e séries que ajudaram a amenizar os impactos negativos que a pandemia causou no psicológico das pessoas. Também teve disputa por herança bilionária, famosos anunciando doenças, casos de traição, uma edição mais representativa do Oscar, celebridades engajadas em causas políticas e mortes de grandes artistas. Quer relembrar tudo o que aconteceu? Então confira os principais acontecimentos do mundo do entretenimento em cada mês de 2020:

Janeiro

Príncipe Harry e Meghan Markle deixam a família real

Príncipe Harry e Meghan Markle decidiram deixar a família real – Foto: EFE/EPA/TOBY MELVILLE/POOL

Como de costume, o ano começou cheio de expectativas e ninguém imaginava que uma pandemia iria desacelerar o mundo. No primeiro mês do ano, o assunto ‘pandemia’ estava começando a surgir com força, e uma das notícias que mais teve repercussão foi o anúncio de que o príncipe Harry e Meghan Markle estavam se desvinculando da família real britânica. Ao tomar essa decisão, os duques abriram mão da quantia que recebiam por meio de impostos cobrados da população britânica por serem membros da realeza. Eles deixaram a Inglaterra e foram morar nos Estados Unidos, país em que Meghan nasceu. Segundo foi divulgado pela imprensa internacional, o casal tomou essa decisão porque queria que o filho, Archie, tivesse uma criação mais livre.

Ana Maria Braga anuncia que está com câncer mais uma vez

A apresentadora Ana Maria Braga anunciou em seu programa que estava novamente com um câncer no pulmão e, por isso, havia começado um novo tratamento. A notícia teve grande repercussão nas redes sociais e a artista voltou a se manifestar, só que dessa vez pelo Twitter. “Eu agradeço, de coração, todo o carinho que estou recebendo. Eu sei que a luta é minha, mas é bom contar com esse apoio”, escreveu a apresentadora na época. Por conta dos efeitos colaterais dos tratamentos, ela precisou se afastar por algum tempo do “Mais Você”.

Regina Duarte aceita cargo na Secretaria da Cultura

Também em janeiro, a atriz Regina Duarte aceitou assumir a Secretaria Especial da Cultura após uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. Ela ocupou o cargo que era do dramaturgo Roberto Alvim, que acabou exonerado, e, atualmente, o posto é ocupado pelo ator Mário Frias. A atriz ficou à frente da secretaria somente até maio e virou assunto após ter uma discussão ao vivo com os jornalistas da CNN Brasil durante uma entrevista.

Billie Eilish se destaca no Grammy 2020

Billie Eilish venceu as principais categorias do Grammy – Foto: EFE/EPA/DAVID SWANSON

Com apenas 18 anos, a cantora Billie Eilish fez história no Grammy 2020 ao conquistar quatro das principais categorias do prêmio, sendo elas: Revelação, Melhor Álbum (When We all Fall Asleep, Where Do We Go?), Melhor Música e Melhor Gravação (Bad Guy). Em seu discurso, ela agradeceu aos seus fãs e disse que tudo o que faz é para eles. O único artista que ganhou as principais categorias do Grammy numa mesma edição foi Christopher Cross, em 1981.

Fevereiro

Super Bowl com Shakira e Jennifer Lopez

Todos os anos, o Super Bowl é marcado com um mega show no intervalo da partida. Este ano, o espetáculo contou com ninguém mais, ninguém menos que Jennifer Lopez e Shakira. A apresentação teve cerca de 14 minutos e foi muito elogiada pela crítica americana. Um detalhe que chamou atenção é que pela primeira vez duas artistas latinas dominaram o palco, que já contou com apresentações de Lady Gaga e Beyoncé. O fato ganhou importância, uma vez que o então presidente Donald Trump sempre deixou claro não apoiava os imigrantes nos Estados Unidos.

Oscar 2020

‘Parasita’ foi o grande destaque do Oscar 2020 – Foto: EFE/EPA/YONHAP SOUTH KOREA OUT

A maior premiação do cinema também foi histórica este ano. O Oscar 2020 consagrou “Parasita”, um filme sul-coreano, com quatro estatuetas. Essa foi a primeira vez que uma produção que não é falada em língua inglesa venceu na categoria de Melhor Filme. Além disso, foi a primeira vez que uma produção da Coreia do Sul teve tanta visibilidade no prêmio. Entre os atores vencedores, Joaquin Phoenix levou a estatueta de Melhor Ator por protagonizar o polêmico “Coringa”. Renée Zellweger ganhou como Melhor Atriz, e Brad Pitt e Laura Dern também levaram o cobiçado troféu para casa como Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Atriz Coadjuvante, respectivamente.

Viradouro campeã do carnaval

Em fevereiro, o Brasil ainda circulava livremente e estava curtindo o carnaval, e um dos destaques da popular festa brasileira foi a vitória da escola de samba Viradouro, no Rio de Janeiro. Isso porque fazia 23 anos que a escola não ganhava um título no Grupo Especial. Com o enredo “Ganhadeiras de Itaupã”, a escola contou na avenida a história de mulheres que lavavam roupa na Lagoa do Abaeté para conseguir comprar sua alforria.

Thiago Salvático surge dizendo ser namorado de Gugu

Desde que Gugu Liberato morreu, em novembro de 2019, uma briga judicial envolvendo a herança bilionária do apresentador corre na Justiça. Rose Miriam Di Matteo, mãe dos filhos de Gugu, tenta provar que tinha uma união estável com o artista e, caso seja comprovado, ela terá direito a 50% da herança. A questão é que, em fevereiro deste ano, o chef de cozinha Thiago Salvático surgiu na mídia dizendo que tinha um relacionamento com o apresentador desde 2011. Ele chegou a entrar na Justiça para reconhecer essa união estável, mas decidiu parar com o processo. Em novembro deste ano, ele falou com a Jovem Pan e afirmou que embora tenha parado com a ação, não desistiu de provar a união estável com Gugu.

Março

Impactos da pandemia na cultura

Em março, o mundo começou a entender a gravidade da Covid-19 e a pandemia afetou em cheio os setores culturais. Com a quarentena sendo decretada, teatros e cinemas foram fechados e os shows nacionais e internacionais foram cancelados. Diversos artistas ficaram desempregados e isso só se agravou nos meses seguintes.

Casamento da irmã de Gabriela Pugliesi

Assim que a pandemia começou a preocupar os brasileiros, os primeiros artistas infectados com a Covid-19 começaram a aparecer. O casamento da irmã da influenciadora digital Gabriela Pugliesi foi um dos assuntos mais comentados nesse período porque várias pessoas que estiveram no evento testaram positivo para a doença – incluindo a influencer fitness. Além dela, a cantora Preta Gil e a atriz e apresentadora Fernanda Paes Leme também foram diagnosticadas com o novo coronavírus. Todas se recuperaram sem grandes sequelas.

Morte de Martinho Lutero Galati

O maestro Martinho Lutero Galati de Oliveira foi um dos primeiros nomes conhecidos a entrar para a lista de mortos por Covid-19. O criador da Rede Cultural Luther King morreu em São Paulo, aos 66 anos. Ele foi internado no dia 17 de março, chegou a apresentar uma melhora após alguns dias, mas acabou tendo uma parada cardíaca em decorrência da doença.

Reprise das novelas

O mês de março também foi marcado por algo inédito na televisão brasileira. Com a recomendação de distanciamento social, a Globo interrompeu as gravações das novelas e anunciou que ia começar a reprisar tramas antigas nos seus principais horários. As tramas que estavam no ar antes da pandemia foram substituídas pelas reprises de “Malhação: Viva a diferença”, “Novo mundo”, “Totalmente demais” e “Fina estampa”. Além disso, os programas de auditório tiveram que encontrar alternativas, o “Se Joga” saiu do ar e o “Mais Você” virou quadro do “Encontro”.

Abril

“BBB” volta a ser um fenômeno

Rafa, Manu e Thelma foram as finalistas do ‘BBB 20’ – Foto: Reprodução/Globo

Com as pessoas passando mais tempo em casa, o “BBB 20”, que este ano misturou anônimos com celebridades, ganhou mais força e bombou tanto na televisão quanto na internet. Manu Gavassi e Rafa Kalimann saíram exaltadas do reality que fez a palavra “sororidade” ser muito buscada no Google. Bianca Andrade, a Boca Rosa, não teve a mesma sorte e saiu rejeitada do jogo. A maioria dos homens da edição também foram muito criticados e Felipe Prior se destacou pela sua forma de jogar. Fora da casa, surgiram denúncias de estupro contra ele enquanto ele ainda estava confinado. Prior foi eliminado em um paredão memorável com Manu. A grande vencedora da edição foi a médica Thelma, que conquistou o público com sua garra e história de superação.

Explosão das lives

Com o cancelamento dos shows e só os serviços essenciais funcionando, os cantores descobriram uma nova forma de faturar, ajudar projetos sociais e se manter perto do público. Em pouco tempo, as lives começaram a fazer sucesso e inúmeros artistas passaram a apostar em grandes produções para entreter as pessoas em casa. Lives de todos os gêneros passaram a pipocar em diversas plataformas digitais e o grande destaque foi para os cantores sertanejos.  Prova disso é que, no dia 8 de abril, Marília Mendonça fez uma live para 3 milhões de espectadores e conseguiu arrecadar mais de 225 toneladas de alimentos.

Fim do casamento de Whindersson Nunes e Luísa Sonza

O fim do casamento do humorista Whindersson Nunes com a cantora Luísa Sonza foi anunciado no finalzinho de abril e ganhou grande repercussão na mídia. Eles estavam casados há dois anos e as especulações de que a cantora já estivesse em outro relacionamento antes de terminar com Whindersson começaram a ganhar força entre os fãs dos artistas. Após a separação, Luísa gravou uma música com Vitão e, pouco tempo depois, eles começaram a namorar. O que virou piada nas redes sociais é que Vitão tinha comentado “meu casal” em uma foto de Whindersson com Luísa antes deles se separarem. O cantor passou a ser chamado de “talarico”, que é quando alguém “rouba” o companheiro de outra pessoa, e o humorista foi várias vezes rotulado como “corno” nas redes sociais.

Maio

Morte de Aldir Blanc

No início de maio, o compositor e escritor Aldir Blanc morreu aos 73 anos. Ele foi mais uma das vítimas da Covid-19. A internação aconteceu no dia 10 de abril por causa de um quadro de infecção urinária e pneumonia, mas logo evoluiu para um quadro de infecção generalizada. O artista deixou uma grande obra na música e na literatura e sua morte foi muito lamentada por diversos colegas de profissão.

Separação de Mayra Cardi e Arthur Aguiar

Outra separação que rendeu assunto e até hoje é cercada de polêmicas foi a da ex-BBB Mayra Cardi com o ator Arthur Aguiar. A confusão começou porque a influenciadora digital resolveu expor na mídia que o então marido a traiu inúmeras vezes e, depois disso, não parou de revelar os bastidores do seu casamento. Ao expor tudo o que passou com o ator, Mayra passou a receber apoio nas redes sociais. Desabafos, pedidos de desculpas e tentativas de reconciliação foram os próximos capítulos dessa história que ainda rende assunto. Hoje, eles conversam, principalmente por causa da filha Sophia, mas não reataram a relação.

Junho

Shows drive-in

Com a pandemia se arrastando e muitos estados flexibilizando a quarentena, os shows no estilo drive-in começaram a ser uma nova tendência. Feitos em locais aberto e com a plateia dentro dos seus carros, vários artistas passaram a fazer esse tipo de apresentação e as lives foram perdendo força. Aproveitando esse embalo, o cinema drive-in também ganhou algumas sessões em várias partes do país e apresentações teatrais também foram feitas no mesmo estilo.

J.K. Rowling acusada de transfobia

Em junho, a autora J.K. Rowling, responsável pelo fenômeno “Harry Potter”, se envolveu em uma polêmica nas redes sociais e passou a ser chamada de transfóbica. Tudo começou quando ela criticou no Twitter uma matéria que trazia no título “pessoas que menstruam” ao invés de “mulheres”. A ideia da reportagem era justamente ser inclusiva, uma vez que um homem trans pode menstruar devido à questão biológica. O post da autora ganhou tanta repercussão que até alguns atores do elenco de “Harry Potter” se posicionaram contra a escritora – incluindo o protagonista dos filmes, Daniel Radcliffe.

Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural

Nesse mês, também foi sancionada a Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural com o intuito de ajudar artistas que ficaram sem trabalhar durante meses e sofreram o desemprego durante a pandemia. Com teatros fechados e gravações de filmes, novelas e séries paradas, muitos profissionais passaram por dificuldades financeiras. A proposta foi destinar, em caráter emergencial, R$3 bilhões ao setor cultural.

Julho

Mortes de estrelas internacionais

Naya Rivera morreu após salvar o filho em um passeio de barco – Foto: Reprodução

Em julho, duas mortes de artistas internacionais foram destaques no mundo. O caso do ator da Broadway Nick Cordero ganhou visibilidade após ele passar mais de três meses internado depois de contrair Covid-19. Ele teve muitas complicações relacionadas à doença e, antes de falecer, precisou ter uma perna amputada. O artista morreu em Los Angeles, nos Estados Unidos, aos 41 anos, e deixou a esposa, Amanda Kloots, e um filho de 10 meses.

Outra morte trágica foi a da atriz e cantora americana Naya Rivera, conhecida por interpretar Santana Lopez no seriado “Glee”. A artista de 33 anos desapareceu após sair em um passeio de barco com o filho Josey, de quatro anos. Após cinco dias de busca, o corpo da atriz foi encontrado e a autópsia indicou que ela morreu afogada. Segundo as autoridades locais, Naya teria salvado o filho para ele não ser levado pela correnteza, mas não conseguiu se salvar.

Agosto

Morte do ator Chadwick Boseman

Uma das mortes mais inesperadas do ano foi a do ator Chadwick Boseman, que ficou muito conhecido por protagonizar o filme “Pantera Negra”, produção da Marvel que chegou a concorrer ao Oscar. O artista tinha 43 anos e lutava de forma silenciosa contra um câncer de cólon que foi diagnosticado em 2016. Nas últimas fotos e vídeos postados nas redes sociais, Chadwick apareceu bem mais magro e deixou os fãs preocupados. Ele morreu em casa na presença da esposa e da família.

Setembro

Estreia de “A Fazenda 12”

Jojo Todynho foi a campeã de ‘A Fazenda 12’ – Foto: Reprodução/Record

Após o sucesso do “BBB 20”, em setembro começou outro reality show que parou o Brasil. A 12ª edição de “A Fazenda” também fez história e bombou de audiência tanto na televisão quanto nas redes sociais. Com muito “fogo no feno”, a atração contou com participantes que movimentaram o jogo, como Raissa, Luiza Ambiel, Lidi Lisboa e, claro, Jojo Todynho. A temporada foi marcada por confusões, incluindo as que envolveram a produção do programa. Isso porque, após erros nas complicadas provas realizadas no “Fazendão”, a Record foi acusada diversas vezes durante a temporada de manipulação.

Outubro

Separação de Gusttavo Lima e Andressa Suita

Muitos casamentos não resistiram à pandemia e o de Gusttavo Lima e Andressa Suita chegou ao fim em outubro. Essa foi mais uma separação que pegou o público de surpresa e gerou muitas especulações. A polêmica começou quando a influenciadora digital contou que foi acordada pelo então marido durante a madrugada e comunicada sobre o divórcio. Segundo Andressa relatou na época, o sertanejo não deu nenhuma explicação sobre o motivo do término. Por meio de sua assessoria, o cantor disse que não houve traição e que terminou após um desgaste natural da relação.

Broadway anuncia que só reabrirá em 2021

Logo no início da pandemia, em março, Nova York começou a registrar muitos casos de Covid-19 e os teatros da Broadway foram oficialmente fechados. Depois disso, algumas datas de uma possível reabertura foram sendo divulgadas, mas a pandemia não parou de avançar. Com isso, a associação teatral Broadway League decidiu comunicar em outubro que os teatros só devem reabrir novamente no dia 30 de maio de 2021. Nunca na história o complexo de teatros mais famoso do mundo passou tanto tempo fechado, e com essa crise, espetáculos como “Frozen” precisaram ser cancelados e não voltarão a ficar em cartaz quando a Broadway reabir.

Estreia de “O Gambito da Rainha”

Também foi em outubro que estreou na Netflix “O Gambito da Rainha”, produção que caiu no gosto dos assinantes e se tornou a minissérie mais assistida da plataforma de streaming. O sucesso do título surpreendeu a própria Netflix, que não costuma divulgar seus dados de audiência, mas fez questão de exaltar que a minissérie foi vista em 62 milhões de lares em menos de um mês. A trama conta a história Beth Harmon, uma órfã prodígio do xadrez que se encanta pelo jogo ao ver o zelador do orfanato em que vive jogando. O sucesso foi tanto que a produção fez com que as buscas por xadrez no Google aumentassem consideravelmente.

Novembro

Estreia do Disney+ no Brasil

O catálogo do Disney+ reúne produções Disney, Pixar, Marver, Star Wars e National Geographic – Foto: Divulgação: Disney+

O lançamento da plataforma de streaming da Disney no Brasil foi muito aguardado pelos fãs. O Disney+ foi lançando nos Estados Unidos em 2019 e chegou ao Brasil um ano depois. A plataforma, que busca bater de frente com a Netflix, reúne produções Disney, Pixar, Marvel e National Geographic. Além disso, possui filmes e séries originais e, com a pandemia, produções que seriam lançadas no cinema, como o live-action de “Mulan”, foram diretamente para a plataforma. No dia do seu lançamento, o Disney+ bombou nas redes sociais.

Michael B. Jordan eleito o homem mais sexy do mundo

O ator Michael B. Jordan foi eleito pela revista People como o homem mais sexy do mundo. Isso fez com que o ator ficasse entre os assuntos mais comentados do mundo no Twitter – até um emoji especial ele ganhou. “Minha avó está olhando aqui para baixo e falando: ‘Esse é o meu bebê’”, brincou o astro nas redes sociais após receber o título. Michael, que viveu o vilão Erik Stevens no filme “Pantera Negra”, também falou que o título ia virar piada entre seus amigos.

Filha do Belo é presa

A filha do cantor Belo foi presa em flagrante com mais 11 mulheres durante uma ação da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD). Ela foi acusada de estar envolvida em uma ação criminosa que aplicava golpes eletrônicos e que faturava de R$ 600 mil a R$ 1 milhão por mês. Belo se pronunciou dizendo que estava “surpreso” e “arrasado” com tudo o que aconteceu. Um mês após ser detida, ela foi solta com a justificativa de que não possui antecedentes criminais.

Morte de Tom Veiga

Tom Veiga foi parceiro de Ana Maria por mais de 20 anos – Foto: Reprodução/Instagram/@anamaria

A morte de Tom Veiga, o interprete de Louro José, foi uma que abalou o Brasil. O ator foi encontrado morto na sua casa por amigos após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. Ele morava no Rio de Janeiro, tinha 47 anos e deixou quatro filhos. Ana Maria Braga, que viveu uma parceria de 21 anos com Tom, fez uma série de programas especiais em homenagem ao interprete do papagaio. A apresentadora afirmou que ele era como um filho para ela e não escondeu seu sofrimento nos programas que apresentou ao vivo após a morte do parceiro.

Rose Miriam fala pela primeira vez

Um ano após a morte de Gugu Liberato, Rose Miriam Di Matteo resolveu falar pela primeira vez. A mãe dos filhos do apresentador tenta provar na Justiça que tinha uma união estável com o artista e, assim, conseguir metade da herança. No testamento deixado por Gugu, Rose não foi citada. Em entrevista ao “Fantástico”, da Rede Globo, ela falou que eles tiveram uma “briga de casal” na época em que o documento foi feito e que por isso ela não foi citada. A família de Gugu é contra Rose e ela chegou a ter atritos com os próprios filhos por causa da herança bilionária. Na entrevista, ela também falou que não sabia da existência do chef de cozinha Thiago Salvático, que afirma ter vivido um relacionamento com o apresentador.

Bárbara Paz no Oscar

O documentário “Babenco: Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou”, dirigido por Bárbara Paz, foi escolhido pela Academia Brasileira de Cinema para ser o representante do Brasil no Oscar 2021. O filme, que concorre a uma vaga na premiação mais importante do cinema, narra os últimos dias do cineasta Hector Babenco, com quem Bárbara foi casada. “Meu deus!!! Emocionada! Hector sorrindo lá em cima”, publicou a atriz e diretora no Instagram após o veredito do Comitê de Seleção ser divulgado.

Dezembro

Fátima Bernardes anuncia câncer

A apresentadora Fátima Bernardes revelou no dia 2 de dezembro, por meio das suas redes sociais, que descobriu um câncer de útero em estágio inicial e que precisaria passar por uma cirurgia simples. A notícia pegou o público de surpresa, mas ela tranquilizou os fãs dizendo que estava bem e “tranquila para encarar esse novo desafio”.

Roberto Carlos não faz especial na Globo

Depois de anos gravando shows para a programação especial de fim de ano da Globo, o cantor Roberto Carlos decidiu não realizar a apresentação em 2020 por conta da pandemia do coronavírus. A iniciativa partiu do próprio artista, que sugeriu à emissora carioca a exibir o show que ele fez em Jerusalém, gravado em 2011. A Globo concordou e vai reexibir o show em 22 de dezembro.

Primeiro filme nacional de Natal da Netflix

Depois de tantos filmes que retratam o Natal americano, a Netflix decidiu apostar em um longa brasileiro com a temática natalina. “Tudo Bem no Natal que Vem” é protagonizado por Leandro Hassun e conta a história de Jorge, um pai de família que detesta o Natal e, após um acidente, ele sempre acorda no dia 24 de dezembro. O filme possui várias referências bem brasileiras e mescla doses de humor com drama. A produção está fazendo sucesso não só no Brasil, mas também no exterior e ocupa o Top 10 da plataforma em alguns lugares do mundo.

CCXP online

Com a pandemia, o maior evento de cultura geek precisou ser adaptado e aconteceu totalmente online este ano. A CCXP Worlds tentou trazer a magia do evento para o mundo digital e, durante três dias, foram realizados diversos painéis revelando novidades de estúdios da Warner, Amazon, HBO, entre outros. O evento também contou com entrevistas com grandes estrelas internacionais como Zendaya, Penélope Cruz, Gal Gadot e Pedro Pascal.

Caso Melhem

Um dos assuntos de maior repercussão do ano foi a reportagem da Revista Piauí que relatou novos detalhes dos casos de assédio moral e sexual envolvendo Marcius Melhem, ex-diretor de humor da Globo. A matéria conta em detalhes tudo o que aconteceu nos últimos anos, principalmente com Dani Calabresa, primeira mulher a denunciar o humorista. O caso ganhou repercussão nacional e a emissora passou a ser criticada por não ter feito uma investigação mais séria após receber as denúncias. Melhem chegou a dar uma entrevista ao UOL dizendo que já errou como homem, mas que alguns fatos foram distorcidos na reportagem da Piauí e outros foram inventados pela artista.